TRANSMONTAR

Dissertações sobre Trás-os-Montes, seu passado, presente e futuro. Idiossincrasia transmontana e visão do mundo a partir deste torrão.

10 junho 2009

Nós por cá

A moça dos finais de tarde da SIC, naquele seu jeito de amanhar a realidade para que caiba na forma ideológica a levar ao forno em lume brando, afoita-se em irrelevâncias e delírios gastro-informativos tão insípidos que as audiências só podem confirmar.

Ontem, de entrada serviu o microcaso que uma desleixada (ou interesseira?) investigação ao reino do imobiliário algarvio obrigou a amplificar. E quem é que a snob pivot haveria de convidar para manusear com competência tão insignificante pescado? Ninguém melhor que o velho Chef Otelo! Sim, esse ‘cozinheiro do ano’ dos idos de 74.

Evoluiu com surpreendentes desenvoltura e conhecimento de causa na lida do cozinhado imobiliário que se lhe apresentava. A perplexidade com que o ouvia exigir competência e seriedade a quem trabalha com a coisa pública depressa cedeu perante a súbita explicação que me assaltou e resolveu o enigma que representou a escolha, aparentemente tão disparatada, de tal convidado: naquele como em outros casos verdadeiramente relevantes do mundo tenebroso dos licenciamentos e construções, TNT q.b. é o ‘segredo’, sempre resolveu e haverá de resolver.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial